FICAR "Será que Deus se agrada disso?"





Até bem pouco tempo, o namoro era algo para casar-se, com regras bem definidas. O rapaz ou a moça ao se sentirem atraído um pelo outro, conversavam e geralmente iniciava-se um namoro. O namoro consistia em encontros constantes, com diálogos sobre os dois, momentos de romance, abraços e beijos limitados, com planos para o futuro e se saíssem tinham horário para voltar, e tudo isso tinha o acompanhamento dos pais ou de irmãos que ficavam perto dos namorados para que não houvesse caricias mais quentes.


Hoje continua tudo isso, mais a sociedade devido a muitas mudanças e quebras de tabus, tem aceitado muitas coisas que não se permitia antigamente. Por exemplo, hoje em dia é normal um namorado dormir no quarto junto com a namorada e alguns pais chegam a falar que preferem que os filhos façam sexo em casa com seus namorados do que façam em outros lugares.

Em um namoro hoje é comum as carícias íntimas e os atos pré-sexuais encontraram espaço livre. Como conseqüência, o número de jovens que se casaram grávidas ou ficaram sozinhas aumentou e muito. Namoro passou a ser a “sala vip” do casamento, faltando apenas o chamado “papel passado”.

Nos dias de hoje tem uma nova modalidade: FICAR, que os adolescestes costuma definir como:



(1)-FICAR É NAMORAR DE BRINCADEIRA

(2)-FICAR É PRATICAR PARA VER SE VAI DAR CERTO

(3)-FICAR É SUPRIR PROVISORIAMENTE A CARÊNCIA AFETIVA E SEXUAL

(4)-FICAR É CURTIR TODO MUNDO NUMA BOA, SEM COMPROMISSO

(5)-FICAR É NAMORO AVANÇADO, ONDE VALE TUDO

(6)-FICAR É A MODA ENTRE JOVENS E ADOLESCENTES.


(1) FICAR É NAMORAR DE BRINCADEIRA – Você gosta de brincar com cobras, bombas, ou facas? Não, não é mesmo? São brincadeiras perigosas e de mau gosto. Brincar com os sentimentos dos outros ou mesmo arriscar os seus, também é errado. A Bíblia diz: “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá?” (Jr 17.9).

Sentimentos são preciosidades. Não se gosta ou se deixa de gostar de brincadeira. Afinal, sempre se sai ferido de uma relação fingida. Tudo quanto o cristão faz, pensa ou tem intenção é para a glória do Senhor, devendo ser feito com responsabilidade e dedicação. Diz a Bíblia: “Portanto, vede prudentemente como andais não como néscios e sim como sábios” (Ef 5.15). “Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para homens.” (Cl 3.23).

(2) FICAR É PRATICAR PARA VER SE VAI DAR CERTO – Deus não criou a família pelo sistema empírico (experimental). Pelo contrário, o Seu desejo sempre foi agir em prol do homem, dando-lhe uma pessoa adequada para sua felicidade. Veja o exemplo de Adão (Gn 2.22) ou de Isaque (Gn 24.51). Deus tem um plano para a união de dois corações e pode conceder bênçãos maravilhosas! “Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á. Pois todo o que pede, recebe; o que busca, encontra; e, a quem bate abrir-se-lhe-á” (Mt 7.7,8). Cabe ao adolescente e ao jovem estar atento às pessoas ao seu redor, consultando o seu coração e a Palavra de Deus. “Esperei confiantemente pelo Senhor; ele se inclinou para mim.” (Sl 40.1a). O jovem cristão deve escolher alguém debaixo da orientação de Deus e que seja também uma pessoa cristã. Do contrário, está pecando: “Não vos ponhais em jugo desigual com os incrédulos; porquanto que sociedade pode haver entre a justiça e a iniqüidade? Ou que comunhão, da luz com as trevas? Que harmonia, entre Cristo e o Maligno? Ou que união, do crente com o incrédulo? (II Co 6.14-16). Namorar é conhecer alguém no sentido básico da palavra: gostos, temperamento, procedimentos, personalidade, reações, etc. O restante está reservado para o casamento.

Rapazes: como escolher uma namorada? Procure com sabedoria, lembrando que como a garota é hoje com os pais dela ou em relação a Deus, ela será amanhã com você também. Leia Provérbios (31.10-31) e repare nos sábios conselhos de uma mãe ao seu filho solteiro, para que se casasse com alguém digna. Procure uma moça cujos princípios sejam semelhantes a estes.

Garotas: Como escolher um rapaz? O Salmo (1.1-3) aponta o comportamento do homem bem-aventurado. As bem-aventuranças trazem um perfil ideal para o esposo preparado por Deus: humilde de espírito, manso, parecido com Jesus, limpo de coração, pacificador (Mt 5.3-9). Peça ao Senhor, abra seus olhos e esteja atenta. Deus lhe mostrará e dará uma rica oportunidade de encontro. “Ora, aquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós, a ele seja a glória” (Ef 3.20,21).

(3) FICAR É SUPRIR PROVISORIAMENTE A CARÊNCIA AFETIVA E SEXUAL – Este argumento é falho. O ser humano sempre foi carente de afeto, seja pela falta sentida na infância, seja pela solidão circunstancial e nunca houve necessidade de existir um relacionamento de o tipo FICAR. Há um amor maior que nos conforta e supre a carência: O AMOR DE DEUS. Diz a Bíblia: “Nós amamos porque Ele nos amou primeiro “(I Jo 4.19). Nosso amor por Deus deve ser maior que qualquer outro amor humano, mesmo por alguém que é objeto de nossos sentimentos: “Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim, não é digno de mim; quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim não é digno de mim.” (Mt 10.37). Martinho Lutero, o mais importante líder da Reforma Protestante, declarou em seu hino CASTELO FORTE: “Se temos de perder os filhos, bens, mulher, embora a vida vá por nós Jesus está, e dar-nos-á Seu reino”! Para gozarmos constantemente deste abundante amor, devemos estar em comunhão constante com Ele, por meio da leitura bíblica, da oração e do testemunho diante de todos. Tenha certeza de que Ele é provedor: “E o meu Deus, segundo a sua riqueza em glória, há de suprir, em Cristo Jesus, cada uma de vossas necessidades”. (Fp 4.19). Muito cuidado! Abraços e beijos podem se tornar uma armadilha do inimigo. Cumprimentar outrem com um ósculo santo, um beijo na face, é uma coisa. Exceder-se na saudação, dando lugar à licenciosidade e sensualidade, é outra. Cuidado! Fuja do pecado e da aparência do mal: “Abstende-vos de toda a forma do mal” (I Ts 5.22).

(4) FICAR É CURTIR TODO MUNDO NUMA BOA, SEM COMPROMISSO – Este pensamento é anticristão. É uma afirmação no mínimo irresponsável. É fruto da carência de normas no ambiente familiar. A palavra CURTIR tem diversos significados, mas aqui é utilizada no sentido de namorar. Sinceramente, você se casaria com alguém que já FICOU com todo mundo e que, na realidade, nunca “ficou” comprometida com ninguém? Você aceitaria que sua irmã ou sua mãe se comportasse deste jeito? Ora, se isto é escabroso quando imaginado em alguém que nos é preciosa, que nos é querida, por que faz e acha interessante com as pessoas de outras famílias? Lembre-se do sábio Salomão, que em sua velhice exclamou com veemência: “Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais dirás: Não tenho neles prazer.” (Ec 12.1). Igualmente o apóstolo Paulo lembra algo muito importante a Timóteo, o seu filho na fé: “Ninguém despreze a tua mocidade; pelo contrário, torna-te padrão dos fiéis, na palavra, no procedimento, no amor, na fé, na pureza.” (I Tm 4.12). O cristão é um ser comprometido com Deus e com o ser humano. É alguém que “veste a camisa”, que “lança mão do arado e não olha para trás.”. Não ter compromisso efetivo com a pessoa querida é pecado, falta de caráter, fruto de uma educação distorcida e de um coração sem sentimentos. O que deve unir alguém a outro é o amor e este é poderoso e permanente: “O amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta; o amor jamais acaba” (I Co 13.8,9a).

(5) FICAR É NAMORO AVANÇADO, ONDE VALE TUDO – Sendo um relacionamento mundano, fruto de uma sociedade sem Deus, FICAR não serve para nós. Simular um comportamento afetivo com quem não se ama? Ter comportamento de pessoas casadas estando solteiro? Fazê-lo com pessoas estranhas? Isto é perversão, hipocrisia e mentira. Tolo é aquele que crê nas mentiras, crê no carinho do estranho, no amor de quem não está nem aí com os sentimentos alheios. Tal pessoa está caindo na armadilha de Dalila, que trocou afetos, carinhos e atos conjugais pela destruição do infeliz Sansão (veja Juízes, capítulo 16). Quem age assim não merece você. Deus tem alguém especial, alguém que não lhe tenha como “estepe”, como “quebra-galho”, mas sim como alguém de fundamental importância. Se você já se comportou mal assim, Deus tem um remédio para seu erro: arrependimento! “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça” (I Jo 1.9)

(6) FICAR É A MODA ENTRE JOVENS E ADOLESCENTES – Pode estar na moda, mas está errado. Aliás, este mundo está debaixo da orientação do Diabo e nada tem de Jesus. Nós, os cristãos, não são mais deste mundo, por isso devemos sempre pedir ao Senhor para nos livrar do mal. Resta saber de que lado você está. Se você é um cristão nominal, que não se converteu então a moda é sua. Mas, se você tem ao Senhor Jesus Cristo como seu Senhor e Mestre, então o pecado não pode exercer domínio sobre você e a moda não o obrigará a agir como todos agem. Sabe o que muita moda é? Um disfarce do inimigo, de sua influência sobre o povo do mundo. Já percebeu que as modas geralmente trazem um ideal errado? Primeiro de abril traz a mentira. Verão forte trás topless e naturalismo (nudismo). Carnaval traz rebelião contra autoridades, homossexualismo, drogas, adultério, etc. Já ouviu falar de uma moda que trouxesse arrependimento, paz entre os povos, alimento aos famintos, distribuição de renda, perdão aos magoados? Claro que não. Portanto, fuja da moda! Seja esperto, seja jovem, seja atual, mas somente no que concerne à linguagem e socialização gerais; nunca às práticas nocivas. “… Não sabeis que a amizade do mundo é inimiga de Deus? Aquele, pois, que quiser ser amigo do mundo, constitui-se inimigo de Deus. (Tiago 4.4); “Não ameis o mundo, nem as coisas que há no mundo”. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele. “(I Jo 2.15)”. Deus tem outra moda. A moda dele é melhor. Se ligue em Seus caminhos.


CONCLUSÃO: FICAR É UMA ARMADILHA. FICAR É COISA PASSAGEIRA. BUSQUE A ORIENTAÇÃO DE DEUS EM SUAS RELAÇÕES. QUE SEJAM RETAS, ADEQUADAS, PURAS E DURADOURAS.

Reações: