Na dúvida ...


Não tome decisões

Existem pessoas que não conseguem tomar decisões com facilidade.
 Elas pensam, repensam e quando se decidem ainda respiram a sombra da dúvida. Se de uma forma geral é importante tomarmos cuidado com as escolhas que fazemos durante todo o percurso de nossas vidas, imagine para alguém que já tem dificuldade em fazer escolhas?


Alguns pontos importantes, se analisados antes de tomar uma decisão, podem ser de grande ajuda. A necessidade da reflexão passa a ser prioridade. Com sabedoria e discernimento pode-se ou não envolver uma retrospectiva de fatos. Uma atitude primordial para quem está aprendendo a decidir coisas é de que toda ação tem uma consequência.


É preciso não ser influenciável, ter certeza e convicção do que se quer, estar convencido da decisão tomada, e sempre pesar os prós e contras. Quando se trata de vida sentimental, a questão fica ainda mais séria. Pessoas que não conseguem decidir pelo sim ou pelo não, no tempo certo, muitas vezes perdem a bênção. Nesse quadro a oração e o jejum entram de forma bastante significativa na vida do cristão.

Decidir se vai ou não dar uma chance para uma pessoa entrar em sua vida, embora pareça algo fácil, não é. Mas nem por isso se justifica o medo de dar uma oportunidade a alguém para que ambos sejam felizes.


Já se ouviu muitas histórias de casais que aparentemente eram feitos um para o outro, mas o namoro não foi adiante. Por outro lado, casais que aparentemente não tinham absolutamente nada a ver um com o outro, hoje construíram uma família belíssima e feliz.

Na questão sentimental é preciso deixar um pouco a emoção de lado e agir com a ajuda do Espírito Santo. Somente Ele revela mistérios ao coração humano que o possibilita tomar decisões perfeitas em sua vida. Eis aí a importância de estar em harmonia com Deus em todo tempo.

Postado por:Terapia do amor 

Reações: