Namoro abrasado


A palavra abrasamento significa queimar, destruir, esquentar muito; inflamar, excitar.
No sentido bíblico, como pecado sexual, significa incapacidade de controlar o desejo sexual, pensamento vicioso e obsessivo por sexo.

Todos, ou quase todos, os namoros passam pela fase do abrasamento. O casal de namorados ou noivos, precisa ser esclarecido de que, se querem a bênção de Deus em suas vidas, terão que abrir mão de algumas coisas.

Um relacionamento amoroso sincero tem um poder gigante, mas implica responsabilidade. Embora muitas pessoas não gostem de ouvir, a verdade é que o amor também compreende sofrimento. Por essa razão é que muitas pessoas preferem se relacionar de forma superficial, apenas “ficando”. Amor é, acima de tudo, compromisso.

A fuga do abrasamento exige disciplina própria e vigilância constante. O namoro nada mais é do que uma fase de conhecimento mútuo, conhecimento da alma, do coração, nunca do físico. O aspecto físico está destinado para depois do casamento.

É um período em que Deus concede aos namorados a oportunidade de se conhecerem, a comunhão espiritual, porém, é fator primordial. Quanto mais próximo cada um estiver de Deus, mais próximo estarão um do outro. Um namoro bem sucedido no padrão de Deus tem uma vida espiritual forte, e Deus está sempre em primeiro lugar. Quando isso acontece, as vontades, emoções e mente estão sempre dentro do plano de Deus e o corpo físico sob controle.

Quando o padrão segue agradar primeiramente ao namorado ou à namorada, o espírito se enfraquece e a mente, as vontades e as emoções terão a sensualidade como visão do relacionamento.

Reações: