Cuidado com as palavras


Sejam elas de incentivo, de raiva, de alegria ou de tristeza, as palavras têm um grande poder: elas podem tanto erguer quanto derrubar. Por isso, é importante que se pense muito antes de jogá-las ao vento.

Muitas pessoas já chegaram a dar um fim em relacionamentos amorosos por conta do que disseram de forma impensada. Num momento de fúria, é comum dizer coisas e se arrepender depois; portanto, é importante controlar o que se diz.

Você já parou para pensar no poder que têm suas palavras?

É importante que se tome cuidado com elas.Maridos que saíram de casa; esposas que voltaram para a casa dos pais; filhos que se entregaram às drogas e ao álcool, etc. Tudo por causa de palavras que jamais deveriam ter sido ditas.

Estas palavras que insistem em sair da boca de determinadas pessoas são piores do que um assassinato. Matam por dentro e a pessoa tem que travar uma verdadeira luta para permanecer viva por fora. As palavras podem ser como tiros na alma!

A melhor coisa a fazer para evitar ofensas é nunca falar quando se está aborrecido ou emotivo demais. É quase impossível filtrar as palavras que saem da nossa boca nessas horas. Deixe as coisas se acalmarem; talvez seja melhor falar no dia seguinte ou no decorrer da semana. Se ainda assim você não se sentir segura para tocar no assunto, não fale.

“Vamos ouvir mais e falar menos, pois ‘o que guarda a boca conserva a sua alma, mas o que muito abre os lábios a si mesmo se arruína”. Provérbios, capítulo 13, versículo 3.





Reações: