A TIMIDEZ

         A timidez pode se revelar um grande problema para quem é tímido.
Isso porque este indivíduo enfrenta sérios obstáculos em suas relações pessoais. A hora da conquista, que exige intrepidez, é um dos momentos mais temidos pelos tímidos. Entretanto, acredite, por mais difícil que seja, é possível superá-la e obter sucesso na vida sentimental.
         De acordo com Glória Góes, consultora em psicologia da Kanguruh Alphaville, a timidez é uma característica pessoal e pode ser entendida como uma inibição que se apresenta nas interações pessoais, interferindo no modo de relacionar-se.
“As pessoas tímidas costumam ter um excesso de preocupação a respeito do que as outras pessoas podem pensar sobre elas. Deste modo, evitam expor suas ideias, pensamentos e desejos, muitas vezes prejudicando seus relacionamentos e a imagem que transmitem de si mesmos.”
“Na maioria das vezes, as pessoas tímidas são menos falantes, não gostam de se expor em público, frequentemente desviam o olhar do seu interlocutor (o olhar revela o que a pessoa sente e para ocultar seus sentimentos, algumas desviam o olhar), falam com a boca mais fechada – entredentes, articulando menos as palavras, falam em volume mais baixo –, são pouco assertivas, não sustentam uma opinião própria diante de pessoas que se opõem a elas, podem ter a autoestima reduzida, podem ser inseguras e não gostar de sua aparência física”, esclarece a especialista.

A hora da conquista

       O momento da conquista costuma gerar bastante constrangimento para um indivíduo tímido, já que neste momento ele precisa expor sua criatividade. É quando, em diversos casos, devido à timidez, ele acaba se retraindo, não atingindo o resultado desejado. Por incapacidade? Nem sempre! De fato, o tímido enfrenta dificuldade de mostrar-se nessas situações.
Glória Góes faz o seguinte alerta: “Em geral, o tímido tem uma postura de aguardar a sinalização da pessoa por quem está interessado para então tentar demonstrar seu interesse. Ela não considera a possibilidade de correr algum tipo de risco, pois a recusa é sempre vista como rejeição, e isto não é bem suportado por uma pessoa tímida. Com isto, muitas oportunidades podem ser perdidas.”
Segundo a consultora em psicologia, não há receitas para diminuir a timidez, mas familiares, amigos e parceiros podem ter um papel importante para torná-lo menos inibidos.
“Demonstre interesse por seus sentimentos, valorize suas ideias, peça que se coloque com mais frequência, solicite sua opinião, se interesse pelo que está acontecendo na vida dele, ouça sem criticá-los e jamais o exponha em público”, finaliza.

Sucesso no amor

        Confira algumas dicas da especialista para se dar bem na hora da conquista:

-Não tente parecer o que você não é. Seja você mesmo. A timidez é uma característica sua até que você queira e consiga mudá-la.
- Tire proveito de sua timidez. Nem sempre a timidez é uma característica negativa. Em muitas situações, um pouco de reserva e menos exposição são desejáveis, adequados e denotam maturidade.
- Enfrente o olhar do outro. Descubra que é possível falar com o olhar aquilo que você não consegue dizer com as palavras. O olhar e o sorriso abrem o canal de comunicação, aproximam as pessoas e sempre revelam o que elas sentem.
- Se possível, comunique seus sentimentos. As pessoas valorizam e admiram aqueles que têm coragem de dizer o que sentem, sem esquecer-se de respeitar o outro.
- Revele-se: com certeza você tem algo importante a dizer. Escolha a pessoa certa e o momento mais adequado para se fazer ouvir

Reações: